Tradutor

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
DEVIDO AO HISTÓRICO MANIFESTO NACIONAL DE 17/06/2013
O BLOG "WIKILEAKSAPOIO" VOLTARÁ COM AS POSTAGENS DIÁRIAS, VOLTADAS PRINCIPALMENTE PARA OS ATUAIS MANIFESTOS NO BRASIL E NOS PAÍSES QUE ESTÃO APOIANDO A CAUSA DA NAÇÃO BRASILEIRA!!!

#OGIGANTEACORDOU

segunda-feira, 17 de junho de 2013

CAMPANHA 'BRASIL CONTRA A IMPUNIDADE' (DIGA NÃO À PEC 37)

 

 

AGENDA

Mobilizações nos dias 22 e dia 26 reforçam apelo para deputados votarem contra a PEC 37Sob a necessidade de urgência da PEC 37, ser votada dia 26, e com possibilidade de ser aprovada, o movimento Dia do Basta criou mais uma mobilização  para  conscientizar  a população e promover mobilizações que ajudem a impedir a aprovação do texto que impede procuradores e promotores de Justiça de conduzirem investigações.   EVENTO PRINCIPAL
Acontecerá dia 22 de Junho (SÁBADO), uma manifestação nas diversas cidades que contam equipes do “Dia do Basta”  vai chamar a atenção da sociedade e convidá-la a pressionar os parlamentares a votarem contra a PEC 37.
A relação dos locais será disponibilizada nas páginas www.facebook.com/diadobasta e no Facebook da Campanha Brasil contra a Impunidade (www.facebook.com/brasilcontraaimpunidade)
Fique atento! Confirme presença, e divulgue ao máximo de seus contatos diariamente.!
COLAGEM DE ADESIVOS:
Quem tiver adesivos, com apoio do Ministério Público também fará “adesivaço” e distribuição para as pessoas, além de panfletagem informacional, e coleta de assinaturas.
APOIO E VIGÍLIA:
Dia 25 de junho, o movimento Dia do Basta vai apoiar as manifestações de véspera da votação, organizadas pelas associações ligadas ao Ministério Público.
E 26 de Junho ( votação), será feita uma VIGÍLIA para pressionar a PEC37 A NÃO SER APROVADA.
Saiba mais sobre o Ministério Público e ajude-nos a pressionar os deputados a votarem contra a PEC 37
O Ministério Público é o único órgão atualmente que consegue investigar corrupção sem possibilidade de sofrer retaliação. Por não ser subordinado ao executivo, tem independência orçamentária e os promotores não podem ser removidos.
Se por exemplo o delegado investigar o governador, corre-se o risco de ser removido para outros lugares e ter cortes orçamentários.
Nunca mais teremos um espaço público com poderes de investigação com tantas prerrogativas, se esse projeto for aprovado.
Um órgão sem autonomia necessária, não pode ter o monopólio da investigação! E este é o caso da Policia Civil e Federal.
Negar o poder de investigação do Ministério Público, é consentir com que a principal ferramenta legítima de acesso da população seja calada!
Com informações do Facebook.com/DiadoBasta

Mobilizações  realizadas na campanha “Brasil contra a Impunidade”:

Brasil
Dia 22/06 - Movimento Dia do Basta realiza manifestação contra a PEC 37 em várias cidades do país.

Brasília
26/06 - Votação da PEC 37 no Plenário da Cãmara dos Deputados – Brasília/DF
Curitiba
10/06 - Reunião de representantes do MP com deputado André vargas (PT/PR).  Local: Sede do MPF/PR

Ceará
08/06 - Panfletagem contra a PEC 37 no Terminal do Siqueira, em Fortaleza. Organização: Associação Cearese do Ministério Público

Brasília
06/06 - Reunião do GT de Aperfeiçoamento da Investigação Criminal com o Pres. da Câmara – Local: Câmara dos Deputados, às 11h.
05/06 - Reunião do GT de Aperfeiçoamento da Investigação Criminal – Local: Ministério da Justiça   Brasília/DF
04/06 - Encontro “A Atividade Investigatória na Constituinte de 1988”. A partir das 10h,  no auditório da Confederação Nacional do Comércio (CNC)- Centro do Rio de Janeiro.
02/06 - Passeio Ciclístico “Brasil contra a Impunidade” – Concentração às 9h, no Eixo Monumental (Praça do Buriti), no Estacionamento em frente ao Edíficio Sede do MPDFT.
26/05 – 5ª reunião do GT de Aperfeiçoamento da Investigação Criminal.  Local: Ministério da Justiça
22/05 - 4ª Reunião do GT de Aperfeiçoamento da Investigação Criminal, com a participação de representantes do MP, Polícias, Ministério da Justiça e Câmara dos Deputados. Local: Ministério da Justiça.
16/05 - 2º Reunião do GT sobre a PEC 37, do qual participam membros do Ministério Público, como representantes da instituição. Serão realizados quatro encontros até o dia 24, quando será estabelecido um texto consensual que regule a investigação no país.
 Dia 22/04 -  Acesse o microblog Twitter  no período entre 15 e 17h e post  frases contra a PEC 37. Não esqueça de utilizar a #NAOPEC37. Quer mais informações sobre o Tuitaço? Clique aqui!
Dia 24/4 – Mobilização Nacional
9h -  Seminário “Brasil contra a Impunidade”, no Auditório do MPDFT. Ministro Ayres de Britto, Professor Lênio Streck, Jornalista Heraldo Pereira, Deputado Alessandro Molon e Senador Randolfe Rodrigues
10h - Mesa de Discussões Político-institucionais CONAMP, CNMP, CNPG, ANPR, ANPT, AMPDFT e demais parceiros institucionais
15h - Mobilização Nacional contra a Impunidade, em defesa do poder investigatório criminal do Ministério Público e de outras instituições, em concentração próxima às bandeiras, em frente ao Congresso Nacional.
30/04 - Reunião de representantes da campanha “Brasil conta a Impunidade” com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves. O objetivo é discutir a tramitação da PEC 37/2011.
Pará
25/05 -  Ato Público em apoio ao Ministério Público, a  partir das 9 horas, na Praça da República, em Belém.


Paraná
08/05 - Panfletagem contra a PEC 37 à 18h nas proximidades da estação-tubo Eufrásio Correia, no Centro de Curitiba.
Alagoas
12/04 - Ato Público da campanha “Brasil contra a Impunidade” , às 10h, no auditório do Ministério Público Estadual, em Maceió.

Amazonas
15/04 -  Ato Público contra a PEC 37, às 14h,  na sede do Ministério Público Estadual. O MP fica na Rua Coronel Teixeira, 7995, em Manaus.
O interior do estado também  conta  com programações especiais a partir desta data.

Bahia
• Simões Filho: dia 05/04, às 9h, na Câmara Municipal de Vereadores.
• Vitória da Conquista: dia 08/04, às 9h, no Teatro Glauber Rocha da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).
• Feira de Santana: dia 08/04, às 14h, no Anfiteatro Módulo II da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uesf), Av. Transnordestina, s/n, Novo Horizonte.
• Seabra: dia 08/04, às 14h, no Plenário da Câmara Municipal de Seabra.
• Lauro de Freitas: dia 08/04, às 14h, no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores.
• Valença: dia 08/04, às 16h, na Câmara Municipal de Vereadores, Rua Comandante Madureira, nº 10, Centro.
• Jequié: dia 08/04, às 19h, na sede da Associação Comercial e Industrial de Jequié, Rua Feliz Gaspar, nº 20, Centro.
• Santo Antônio de Jesus: dia 09/04, às 18h, na Câmara Municipal de Vereadores.
• Camaçari: dia 10/04, às 9h, no Auditório da Câmara Municipal de Vereadores, Av. de Contorno do Centro Administrativo.
• Alagoinhas: dia 10/04, às 19h, no Auditório da Faculdade Regional da Bahia (Unirb), Rua Altino Tocha, nº 100, Bairro de Alagoinhas Velha.
• Serrinha: dia 10/04, às 19h, no Fórum Luiz Viana Filho.
• Senhor do Bonfim: dia 10/04, às 19h, na Câmara Municipal de Vereadores, Av. Antônio Carlos Magalhães, s/n.
• Amargosa: dia 11/04, às 20h, no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores, Rua Lauro de Freitas, s/n, Centro.
• Salvador: dia 12/04, às 14h, no auditório da sede do Ministério Público do Estado da Bahia, CAB.
• Salvador: dia 22/04 – Debate sobre a PEC 37, às 19h, no auditório do Campus VIII da Uneb, em Paulo Afonso (BA).  Organização: Departamento de Educação (DEDC) e Ministério Público da Bahia (MPBA).

Ceará
Dia 7/4  Adesivaço, às 9h,  no encontro das avenidas Santos Dumont e Zezé Diogo (Praça 31 de março, Praia do Futuro).
 Dia 10/4  - Atos públicos nos municípios do interior do estado
Dia 12/4 – Ato Público no Plenário Treze de Maio, da Assembleia Legislativa do Ceará, às 14h.
21/04 – 2º Adesivaço contra PEC 37,  a partir das 9h, no Cruzamento das Avenidas Santos Dumont e Zezé Diogo – Praia do Futuro, Fortaleza.
Espírito Santo
12/4 – Ato Público, a partir das 9h, no Auditório do Complexo Administrativo  Annina Lícia Amorim Rubim Grégio, localizada à Rua Procurador Antônio Benedicto Amancio Pereira, Bairro Santa Helena, Vitória.
Goiás
Dia 12/4  – Atos público,  às 14 horas no edifício-sede do Ministério Público de Goiás, em Goiânia.  Atos públicos em comarcas do interior também serão realizadas entre os dias 8 e 12 de abril.

Mato Grosso do Sul
Dia 26/04 - Encontro sobre a PEC 37, no Auditório da OAB/MS, localizado na Avenida Mato Grosso, 4.700. A participação será permitida aos advogados e a imprensa.
Maranhão
Dia 09/04  – Ato Público  nas comarcas do interior do estado.
Dia 12/04 – Mobilização,  às 9h, no auditório da seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Minas Gerais
Dia 9/4 – Ato Público contra a PEC 37, às 08h30, na ACIA, que fica  Avenida Getúlio Vargas, 365,  centro de Belo Horizonte.
Tocantins
Dia 9/4 - Ato público, às 9h, na sede das Promotorias de Justiça de Gurupi (Av. Avenida Rio Grande do Norte, n.º 1797 – próximo ao Fórum).
Ato público em Araguaína, às 19h30, no Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos – ITPAC (Avenida Filadélfia, N° 568, Setor Oeste).
Ato público, às 19h30, na Faculdade Católica Dom Orione – FACDO (Rua Santa Cruz, n° 557, Centro, Araguaína).
Dia 10/4 – Ato Público, às 19h30, no campus da Universidade Federal do Tocantins (Avenida Paraguai, s/n, Setor Cimba,  Araguaína).
Audiência pública, às 19h30, na sede das Promotorias de Justiça de Araguaína (Avenida Neief Murad, Chácara 47-A, Setor Noroeste).
12/4  – Ato público em Palmas, às 9h30, na sede do Ministério Público (Quadra 202 Norte, Av LO-04).
Pará
Dia 8/04 – Audiência Pública, às 9h, na Câmara Municipal de Redenção.
Dia: 11/4  – Audiência Pública na Câmara Municipal de Santarém, às 14h
Dia 12/4 – Audiência Pública, às 9:30h no Ministério Público do Estado do Pará (rua João Diogo, nº 100, Cidade Velha – auditório Natanael Farias Leitão).

Paraíba
Dia 8/4 -  Ato Público em Guarabira, às 9h00. Local: Câmara Municipal da cidade.
Dia 9/4 - Cajazeiras. Horário: 9h00. Local: Câmara Municipal da cidade.
Dia 10/4 - Patos. Horário: 9h00. Local: Câmara Municipal da cidade.
Dia 11/4 - Campina Grande. Horário: 9h00. Local: Câmara Municipal da cidade.
Dia 12/4  – Nesta data a mobilização ocorrerá em João Pessoa, na Estação Ciência Cabo Branco, a partir das 9h30.
Dia 29/4 – Audiência Pública sobre a PEC 37, a partir das 11h, na Câmara Municipal de João Pessoa.

Rio de Janeiro
Dia 12/4 – Ato Público, às 10h30, no Auditório da Confederação Nacional do Comércio (CNC), na Avenida General Justo, 307, 8º andar, centro.

Rio Grande do Sul
01/04 – Ato Público às 17h em Santa Rosa, com participação da Associação do Mininistério Público do Rio Grande do Sul (AMP/RS)
04/04 –  Reunião-almoço com deputados da Frente Parlamentarde Proteção às Vítimas de Violência, às 12h, em Porto Alegre
07/02   – Ato, às 17h, em Capão da Canoa
08/04 -   Reunião-almoço com Senador Pedro Simon, às 12h, em Porto Alegre
08/04  - Ato Público às 17h em Caxias do Sul
09/04   -   Reunião-almoço com representantes da imprensa, às 12h, em Porto Alegre
10/04   - Ato Público,  às 9h30, em  Pelotas
12/04    - Ato Público às 17h em Poto Alegre
Rondônia
Dia 18/04  – Ato Público, das 8h30 às 11h30, no auditório do edifício sede do MPRO, em Porto Velho.
Roraima
12/04 – Panfletagem no Semáforo em frente à Assembleia Legislativa de Roraima, entre 11h e 12h e no  Semáforo do cruzamento da Av. Glaycon de Paiva com Av. Terêncio Lima, das 17h30 às 18h30;
16/04 – Mobilização no Semáforo do cruzamento da Av. Venezuela com Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, das 07h às 08h e no Semáforo em frente à Assembleia Legislativa de Roraima;  das 10h às 11h;
18/04 - Mobilização no  Semáforo do cruzamento da Av. Ataíde Teíve com Av. São Sebastião, das 07h às 08h e no  Semáforo em frente à Assembleia Legislativa, das 10h às 11h.
Santa Catarina
8/4 – Ato Público na Câmara Municipal de Joinville, às 19h30
9/4 – Ato Público na Câmara de Vereadores de Xaxim, às 17h45; de Itajaí, às 19h; e de Blumenau, às 09h30.
10/4 – Ato Público nas Câmaras de Laguna, às 18h, de Içara, às 19h, e de Santa Cecília, às 19h30.
11/04 – Manifestações na Câmara Municipal de Criciúma, às 14h e de São Miguel do oeste, às 19h. Às 10h, Ato na sede da AMOSC, em Chapecó.
12/04 – Mobilização estadual no Plenário da ALESC, em Florianópolis.
Sergipe
Dia 29/04 - Debate sobre a PEC 37 na OAB/SE. O encontro acontecerá  durante a reunião do Conselho Seccional,  no prédio da Caixa de Assistência dos Advogados, antiga sede da OAB/SE, na travessa Martinho Garcez, 171, Centro, a partir das 18h30min.
 São Paulo
12/04 – Movimento Paulista contra a PEC 37/2011, entre 10h e 12h30, no
Auditório da Escola Superior do Ministério Público – “Júlio Fabbrini Mirabete”. A Escola fica na Rua Treze de Maio, 1259 – térreo – Bela Vista.
Programação:
10h -10h10 – Abertura
10h10 – 12h – Expositores:
MARCIO FERNANDO ELIAS ROSA
Procurador Geral de Justiça do Estado de São Paulo
MÁRIO LUIZ SARRUBBO
Procurador de Justiça
Diretor do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional/Escola Superior do Ministério Público de São Paulo – CEAF/ESMP
FELIPE LOCKE CAVALCANTI
Procurador de Justiça
Diretor da Associação Paulista do Ministério Público de São Paulo-APMP
ANDREY BORGES DE MENDONÇA
Procurador da República/SP
ROBERTO LIVIANU
Promotor de Justiça
Presidente do Movimento do Ministério Público Democrático
12h – 12h30 – Palavra aberta ao público
Público: Membros do Ministério Público dos Estados e da União, da Magistratura Estadual e Federal, aos Estagiários e Servidores dessas Instituições, aos Advogados, aos Defensores Públicos, aos Delegados de Policia, aos estudantes de direito, aos demais operadores do direito e ao público geral
Para inscrições e mais informações, clique aqui.

Paraná
Dia 02/05 - Audiência para debater a PEC da Impunidade, às 19 horas, no Cine Teatro Fênix, em Apucarana.

Rio Grande do Norte
17/04/2013 - Audiência Pública na Câmara Municipal de Parnamirin, com a presença de autoridades locais, promotores da região e do  Procurador- Geral de Justiça, Manoel Onofre Neto.

Rondônia
18/04 - Ato Público entre 08h30 e 11h30 no auditório do MP/RO. A mobilização está sendo organizada pelo Ministério Público de Rondônia e pela Associação do MPRO.
21/04 - Dia do Basta, movimento social contra a impunidade. Em Porto Velho, o movimento será realizado na Praça da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, onde estão programadas atividades culturais, oficinas e palestras, com a participação do Ministério Público.

FONTE: http://brasilcontraaimpunidade.com.br

Brasileiros tomam as ruas do país contra corrupção, gastos públicos na Copa das Confederações e por mobilidade urbana

Luciano Nascimento
Repórter da Agência Brasil


 
Brasília – Uma série de manifestações mobilizou milhares de brasileiros em diferentes cidades do país nesta segunda-feira (17). Em São Paulo, os protestos reuniram pelo menos 30 mil pessoas. No Rio de Janeiro, ainda não há estimativas oficiais, mas a Cinelândia ficou tomada de manifestantes. Em Belo Horizonte, entre 18 mil e 20 mil pessoas. Em Brasília, cerca de 10 mil pessoas estão concentradas na Esplanada dos Ministérios e parte dos manifestantes chegou a subir a rampa e está neste momento na cobertura do Congresso Nacional.

Com o mote “Não são apenas 0,20 centavos”, além de se posicionar contra o preço do transporte público, os protestos criticaram a condução da política brasileira, a corrupção, os gastos públicos com as obras para as copas das Confederações e do Mundo de 2014.
As manifestações começaram a tomar corpo na última semana após as ações da Polícia Militar (PM), em São Paulo, que reagiram aos manifestantes contrários ao aumento da tarifa de transporte público na capital paulista. O episódio levou a Defensoria Pública do Estado de São Paulo a questionar a atitude da PM.
Em São Paulo, os manifestantes se concentraram no Largo da Batata e depois ocuparam as oito faixas da Avenida Brigadeiro Faria Lima.
Ao contrário do que ocorreu na última manifestação, na quinta-feira (13) – quando a presença da PM foi ostensiva – ativistas e policiais entraram em acordo e, até o momento, não houve registro de conflito.
No Rio de Janeiro, as dezenas de milhares de manifestantes marcharam pela Avenida Rio Branco e se dirigiram à Cinelândia, na região central da cidade, onde ocuparam as escadarias da Biblioteca Nacional e da Câmara de Vereadores. De lá, seguiram pela Avenida Almirante Barroso em direção à Avenida Presidente Antonio Carlos até a Assembleia Legislativa do Estado (Alerj). Houve confronto com a polícia e algumas pessoas queimaram um carro e depredaram uma viatura da PM.

Na capital mineira, a concentração do protesto teve início na Praça 7, no centro da capital. De lá, os manifestantes se dirigiram à Arena Mineirão, onde foi disputada nesta segunda a partida entre Nigéria X Taiti, pela Copa das Confederações.
Em Brasília, o protesto começou às 17h. Os manifestantes se concentraram em frente ao Museu da República e, de lá, marcharam em direção ao Congresso Nacional, na Esplanada dos Ministérios. No momento, eles estão na cobertura do Congresso e tomam também o gramado em frente ao Parlamento.
Apesar do caráter pacífico das manifestações, ressaltado pela palavra de ordem “Sem violência”, entoada em todos os protestos, confrontos entre policiais e manifestantes foram registrados em Belo Horizonte, em Brasília e no Rio de Janeiro.
Também houve registro de protestos em Fortaleza, em Curitiba, em Porto Alegre, em Salvador, em Belém e Campinas. Nós próximos dias, as manifestações, convocadas por meio das redes sociais, devem prosseguir.

* Colaborou Aline Leal // Edição: Lana Cristina
  

Créditos à Agência Brasil.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...